Now Reading
Guerreiros Sem Armas: formação para jovens com propósito

Guerreiros Sem Armas: formação para jovens com propósito

[spb_text_block animation=”none” animation_delay=”0″ simplified_controls=”yes” custom_css_percentage=”no” padding_vertical=”0″ padding_horizontal=”0″ margin_vertical=”0″ custom_css=”margin-top: 0px;margin-bottom: 0px;” border_size=”0″ border_styling_global=”default” width=”1/1″ el_position=”first last”]

Este ano, nós do Instituto Elos estamos celebrando a 10a. edição do Guerreiros Sem Armas, programa educacional, que tem como missão formar jovens para transformar o mundo. Desde 1999, foram 519 participantes de 49 países que impactaram mais de 1557 locais.  O nome do programa é inspirado em um mito da tribo Txucarramãe e diz muito sobre o propósito: “No caminho do guerreiro, quando você descobre o que tem feito da sua vida e como é sua dança no mundo, desapega-se aos poucos das armas, que são criações feitas para matar criações. De repente, descobre-se que, quando paramos de criar o inimigo, extingue-se a necessidade das armas.” – Kaká Werá.

[/spb_text_block] [spb_image image=”1084″ image_size=”full” frame=”noframe” caption_pos=”below” remove_rounded=”yes” fullwidth=”no” overflow_mode=”none” link_target=”_self” lightbox=”yes” intro_animation=”none” animation_delay=”200″ width=”1/1″ el_position=”first last”][/spb_image] [spb_text_block animation=”none” animation_delay=”0″ simplified_controls=”yes” custom_css_percentage=”no” padding_vertical=”0″ padding_horizontal=”0″ margin_vertical=”0″ custom_css=”margin-top: 0px;margin-bottom: 0px;” border_size=”0″ border_styling_global=”default” width=”1/1″ el_position=”first last”]

Buscamos jovens transformadores

O que faz uma pessoa sair de um lugar tão distante de Santos, para viver uma realidade completamente diferente, estabelecer uma relação profunda com gente que nunca viu na vida, a responder a um convite constante para que saia da sua zona de conforto superar seus desafios e conhecer seu propósito com profundidade?

Com esta questão central, descobrimos que uma característica comum entre as/os participantes é um sentimento de urgência quando percebem que precisam mudar algo e não dá mais para esperar.

[/spb_text_block] [spb_image image=”1086″ image_size=”full” frame=”noframe” caption_pos=”below” remove_rounded=”yes” fullwidth=”no” overflow_mode=”none” link_target=”_self” lightbox=”yes” intro_animation=”none” animation_delay=”200″ width=”1/2″ el_position=”first”][/spb_image] [spb_image image=”1087″ image_size=”full” frame=”noframe” caption_pos=”below” remove_rounded=”yes” fullwidth=”no” overflow_mode=”none” link_target=”_self” lightbox=”yes” intro_animation=”none” animation_delay=”200″ width=”1/2″ el_position=”last”][/spb_image] [spb_text_block animation=”none” animation_delay=”0″ simplified_controls=”yes” custom_css_percentage=”no” padding_vertical=”0″ padding_horizontal=”0″ margin_vertical=”0″ custom_css=”margin-top: 0px;margin-bottom: 0px;” border_size=”0″ border_styling_global=”default” width=”1/1″ el_position=”first last”]

Com um sonho na cabeça

Ao contrário do que se lê sobre uma juventude perdida, sem rumo, sem interesse por causas sociais, nossa percepção vai em uma direção oposta. A cada processo de seleção recebemos 900 inscrições de pessoas interessadas no programa.

A diversidade é muito grande, e podemos dizer que temos 4 grupos interessados: a) quem tem um projeto claro de vida; b) pessoas que participam de modo ativo em projetos sociais; c) mobilizadores que têm talento para juntar pessoas em torno de uma causa; d) iniciantes que estão explorando as possibilidades na área social.

Uma grande paixão no coração

Para nós, não importa o tamanho do currículo, das ações e projetos que as/os jovens estejam envolvidas/os Precisamos perceber a paixão que move cada um(a). É fundamental uma decisão interna de estar à serviço de uma causa que realize um bem maior, mais amplo, para além de si mesma/o, para além da realização pessoal.

Com mão prontas para mudar uma realidade

Além da carga teórica, desde o primeiro módulo do Guerreiros Sem Armas, acreditamos no aprender-fazendo.  Falamos muito em sonhos, mas não como uma projeção de algo que pode acontecer, e sim como algo mobilizador de uma ação concreta. Nossa sala de aula se dá na prática, com gente disposta a colocar a mão na massa.

[/spb_text_block] [spb_image image=”1088″ image_size=”full” frame=”noframe” caption_pos=”below” remove_rounded=”yes” fullwidth=”no” overflow_mode=”none” link_target=”_self” lightbox=”yes” intro_animation=”none” animation_delay=”200″ width=”1/1″ el_position=”first last”][/spb_image] [spb_text_block animation=”none” animation_delay=”0″ simplified_controls=”yes” custom_css_percentage=”no” padding_vertical=”0″ padding_horizontal=”0″ margin_vertical=”0″ custom_css=”margin-top: 0px;margin-bottom: 0px;” border_size=”0″ border_styling_global=”default” width=”1/1″ el_position=”first last”]

Abertos para receber e compartilhar em comunidade

 leia também

O mundo conheceu um período muito longo de individualismo, tanto que muitos programas evidenciam a busca pelo empreendedor, que pegou uma situação pelas próprias mãos e resolveu como fazer. Na nossa história, todas as nossas decisões e ações foram coletivas. Mesmo que o curso prepare o participante em 3 níveis: eu comigo mesmo, eu com o outro, eu com o mundo, o objetivo é a ação coletiva, não para a comunidade, e sim, junto com a comunidade.

Uma forma de realizar sonhos coletivos

A forma que a gente escolheu para transformar o mundo é baseada na Filosofia Elos, que procura criar um cenário de abundância, reconhecendo os talentos e recursos locais, para que juntos materializem sonhos coletivos.

 A formação dura um ano e tem quatro módulos:

  1. Caminho do Sim (janeiro a fevereiro): jogo colaborativo onde os participantes colocam a mão na massa para transformar o mundo,
  2. Jogo da Abundância (março a julho): processo de captação individual e coletiva para financiar os custos do programa e base para projetos futuros.
  3. Imersão (julho): 32 dias em Santos para a etapa presencial com ação em 3 comunidades
  4. Caminho da Expansão (setembro a dezembro): um programa de acompanhamento online que apoia os projetos dos participantes, com materiais pedagógicos, aulas com convidados externos, e encontros regionais.
[/spb_text_block] [spb_text_block animation=”none” animation_delay=”0″ simplified_controls=”yes” custom_css_percentage=”no” padding_vertical=”0″ padding_horizontal=”0″ margin_vertical=”0″ custom_css=”margin-top: 0px;margin-bottom: 0px;” border_size=”0″ border_styling_global=”default” width=”1/1″ el_position=”first last”]

Muito obrigado pela atenção e aqui fica nosso convite:

Se algo fez sentido para você neste momento, entra no site (www.institutoelos.org/gsa) que as inscrições para 2018 estão abertas!

[/spb_text_block]