Now Reading
Ser e pertencer: uma forma de cultivo da espiritualidade laica

Ser e pertencer: uma forma de cultivo da espiritualidade laica

blank

O que é a SER E PERTENCER? Uma casa de estudos, um espaço de construção de saberes, em que a perspectiva é a de harmonizar as conexões que a vida faz entre o SER – que representa aquele que precisa ser encontrado pra que, na sua descoberta, desperte e construa autonomia e o PERTENCER – que representa a condição na qual o ser é formado em todas as dimensões da vida – corpo, mente, emoções, crenças e identidades. 

O despertar do desejo de uma espiritualidade laica já levou mais de setecentas pessoas de diversas confissões religiosas e não religiosas a participarem das atividades da SER E PERTENCER, o que demonstra a procura para o cultivo da espiritualidade com liberdade para questionar, com abertura para modificar estruturas mentais e com paz para agradecer e reverenciar o que foi deixado pelos homens e mulheres que vivenciaram a espiritualidade como sabedoria que pode ser aplicada aos conflitos e desafios do hoje. Uma clareza que se obtém nos cursos e atividades partilhadas é a da impossibilidade de se viver como as pessoas viviam antes de nós, pois nosso tempo, modo de vida e valores se modificaram e há diante de nós o grande desafio de transformar e construir valores para as novas relações e sociedade.

Ao longo de mais de vinte anos, a SER E PERTENCER ofereceu às pessoas possibilidades de desenvolvimento espiritual e pessoal, tecendo caminhos por meio de leituras comentadas da Bíblia sem a estrutura religiosa centrada em dogmas, normas, regras e doutrinas. A ideia sempre foi a de que as pessoas interessadas em conhecer o texto bíblico, pudessem compreendê-lo de forma mais aberta e aprender a sabedoria que existe nas narrativas e experiências deixadas para nós pelos mestres de sabedoria. Com o passar do tempo, essas práticas foram se tornando um tipo de espiritualidade laica. 

O que torna esses cursos tão procurados pelas pessoas é que a leitura da Bíblia não se faz de maneira normativa – ainda que, as pessoas façam ou não parte de grupos religiosos e experimentem sua fé dentro das instituições – mas de um modo que conduz a sentir com profundidade nossa humanidade, despertando-nos para compreender as lacunas de amor, compaixão, compreensão, misericórdia, paz e tudo aquilo que, de alguma forma, os textos apontam nos seus ensinamentos. Primeiro, há leitura e exposição do texto, para, em  seguida, partilhar comentários sobre o que foi percebido, sentido e como pode ser vivido em nossas vidas.  O objetivo é um despertar, para nos acordar da vida mecânica, automatizada, formatada e ao mesmo tempo distante da integralidade, posto que a Bíblia nos oferece um texto que aponta esperançosamente para o futuro e em que os personagens e narrativas permitem aos que leem e refletem projetar o texto no presente e exercitar uma dimensão mais profunda do viver. 

A SER E PERTENCER passou a atuar com diversas atividades: a ACADEMIA DA ALMA com a formação por meio dos cursos bíblicos e filosóficos; o CINEMA COMENTADO; o PAPO MARCADO (comentário de livros temáticos); o COACHING, tratando de questões relacionais; palestras e vivências com gestores e grupos em empresas, em que a espiritualidade se torna caminhos para humanizar os ambientes corporativos, além de atividades lúdicas e de partilha. A essas iniciativas somaram-se as atividades personalizadas desenvolvidas por terapeutas físico-espirituais que incluem o corpo no processo de desenvolvimento pessoal, como terapias por meio de massagens e Reik, como propostas de pausa e desconexão da vida cotidiana para uma integralidade; palestras e vivências . 

 VEJA TAMBÉM
blank

Uma atividade realmente impactante é a VIAGEM-CURSO. A primeira experiência foi uma viagem para a Turquia para estudar as “Sete Cartas” do Apocalipse in loco, em que o grupo conheceu as sete ruínas das cidades bíblicas, e lá reunidas, as pessoas recebiam essas cartas como se fossem endereçadas a elas mesmas e refletiam as questões da vida a partir do convite de cada carta. Há uma viagem-curso programada para o período pós-pandemia, sobre o evangelho de Maria Madalena, em que se visitará a região do sul da França, nos locais em que se crê que ela pode ter vivido os últimos anos de sua vida. 

Os caminhos atuais da SER E PERTENCER se cruzaram com os ensinamentos do espanhol Marià Corbí e de sua equipe de investigação sobre os textos de sabedoria das diversas religiões, por meio da sua gestora e fundadora Milene Costa. São textos que inspiram e fortalecem uma nova jornada de aprimoramentos e refinamentos das atividades da SER E PERTENCER. Milene Costa conheceu o Centro de estudos de tradições de Sabedoria – CETR do Prof. Corbí, em Barcelona, e está dedicada aos estudos dos sinais da qualidade humana profunda, numa leitura dos sete sinais do evangelho de João à luz da epistemologia axiológica de Marià Corbí. Ela acredita que o tecer da vida se constrói em conjunto, e as cordas humanas fazem com que a SER E PERTENCER exista. Várias pessoas estão juntas nessa jornada de viver em sociedades que se transformam constantemente, vivenciando o desafio de cultivar espiritualidade que evidencie a nossa humanidade e nos auxilie a construir novos valores para os novos tempos. Esse desafio é matéria diária da ser e pertencer. 

Atualmente, os cursos da SER E PERTENCER estão sendo oferecidos na modalidade online e com participantes de Belo Horizonte e de várias regiões do Brasil. A pandemia de COVID-19 restringiu bastante as atividades dos terapeutas físico-espirituais e demais iniciativas que exigem deslocamentos e presença física. Alguns continuam oferecendo o serviço especializado, seguindo estritamente as normas sanitárias. O que fazemos e oferecemos pode ser visto no SITE , no instagram @serepertencer @mestremi, e no Milene Costa – a vida em conexão.

queenbet hakkında - sekabet güncel link - slotbar güncel -
retrobet yeni adresi
-

tipobet sorunsuz giriş

- matbet güncel - casinomaxi mobil giriş -

betexper bahis sitesi

- vdcasino para yatırma - cratosslot güncle giriş - casino mavi şikayet