SEJA ASSINANTE APOIADOR(A)

SEJA ASSINANTE APOIADOR(A)

Apoie a produção de conteúdo gratuito

Arquivo do autor para Thiago Teixeira

  • Coluna

    Por um xirê literário: contribuições na luta contra o racismo religioso

    - by Thiago Teixeira

    Nós assumimos a construção do que chamamos aqui de xirê literário. Nesse sentido, entramos num circuito de diálogo inter-religioso e trânsito dos saberes.

  • Candomblé

    Ogum e o redirecionamento ético

    - by Thiago Teixeira

    O novo caminho que percorremos faz com que abandonemos o fracasso valorativo e a corrosão dos nossos elos. Estamos diante de uma ressignificação aguda das nossas compreensões a respeito do cuidado, do valor da vida, da importância e da urgência de se valorizar o conhecimento, a ciência, a informação.

  • ZRS-Edição 15

    Editorial 15ª Edição

    - by Thiago Teixeira

    Denunciar o racismo religioso enquanto tecnologia de destruição, como um sonar que é ativado quando se escuta um atabaque ou quando se vê uma divindade que dança e, ao mesmo tempo, emana o seu axé, faz parte de uma nova anunciação, uma ampliação dos quadros referenciais sobre o que pode ser reconhecido enquanto o vivível.

  • Candomblé

    Qual é o risco de o sagrado dançar?

    - by Thiago Teixeira

    Os sagrados ancestrais, isto é, os Orixás, Nkisis e Voduns dançam, e sua manifestação é axé. Axé é felicidade! O xirê, como nos mostra Odé Kileuy e Vera de Oxeguiã, em seu livro Candomblé bem explicado: nações bantu, iorubá e fon, indica a “contração dos termos em iorubá sè, fazer, e irè, brincadeira, diversão”.

  • Candomblé

    O racismo religioso como o excesso de noite

    - by Thiago Teixeira

    Os nossos olhares, desde muito cedo, são forjados para enxergar as religiões de matrizes africanas de forma borrada. Esse processo é resultado do “excesso de noite” — nos termos de Achille Mbembe, em sua Crítica da razão negra

  • Direitos Humanos

    A encruzilhada é o lugar do encontro

    - by Thiago Teixeira

    Romper com os monólogos significa se abrir ao que nos escapa, não rumo à perda de si mesmo, mas como manifestação do encontro, uma vez que dialogar pressupõe novos “pactos de humanidade” e o alargamento das nossas percepções, pois o outro anuncia quem ele é.

  • Candomblé
    Foto Site ocandomble.com

    A quem serve o silêncio dos tambores?

    - by Thiago Teixeira

    Os tambores, a música e a melodia perpassam toda a economia do (s) Candomblé (s), visto que esses elementos reverberam um sagrado que se movimenta e que, sobretudo no salão, se manifesta (também) a partir da dança, da cadência e da troca contínua de Axé.

  • Racismo
    Flickr: Marysol*

    Entre a crença e a violação

    - by Thiago Teixeira

    Pensar a aliança é, de modo profundo, considerar os lugares-comuns onde nos tornamos reconhecíveis e que, ao mesmo tempo, nos fazem experimentar os lugares de partilha.

  • Racismo
    Foto: Tiago Zenero/PNUD Brasil

    Notas sobre o racismo religioso

    - by Thiago Teixeira

    Não raro, os elementos que transitam pela experiência negra são destituídos de prestígio o que, de modo pontual, faz com que as cenas da realidade social sejam marcadas por um arranjo simbólico de hierarquização.

  • Política

    A ideologia das desigualdades: o núcleo das intolerâncias múltiplas

    - by Thiago Teixeira

    Atualmente nós somos atravessados por disputas políticas que desejam o monopólio representativo sobre a realidade. Uma batalha dessas expressa a demarcação sistemática e bélica das percepções unilaterais, incorpóreas e descoladas das vidas concretas que se manifestam a partir da pluralidade e da diferença.

SEJA ASSINANTE APOIADOR(A): Apoie a produção de conteúdo gratuito

APOIE A SENSO