A mística da Jurema sagrada

A mística da Jurema sagrada
28 de junho de 2019 Aline Machado e Alexandre L’Omi L’Odò

A mística da Jurema sagrada

Elaborado por Aline Pereira Machado e Alexandre L’Omi L’Odò

Classificação: Ensino Fundamental II

Fotos de Laila Santana

Para facilitar o acesso à informações sobre a religião Jurema Sagrada, tradição de pouco acesso disponível na bibliografia existente, disponibilizamos esse plano de aula para ser aplicado pelos professores e professoras. Com bons links e indicação de textos para o aprofundamento dos professores e alunxs, esperamos poder contribuir no aumento de saberes sobre o tema. Boa aula.

Justificativa

 Em um mundo cada vez mais plural, que permite a convivência de tantos modos de crer, é preciso defender com criticidade e generosidade a própria fé, superando a intolerância e o racismo religioso. Para isso, é necessário conhecer a história (origem) e a cultura das pessoas que nela estão inseridas e que fazem parte do nosso convívio social, compondo a beleza do respeito à diversidade em nossas vidas. É preciso educar o olhar e o nosso entendimento para as diferentes manifestações religiosas que são vistas e entendidas de maneira descontextualizadas. Nós, no exercício da humanidade precisamos dedicarmo-nos a conhecer os diferentes sentidos da fé, no processo de valorização da cultura, no respeito a liberdade de culto e superação dos preconceitos e do racismo.

Objetivos

  • Identificar a Jurema Sagrada como uma manifestação religiosa dos povos originários.
  • Identificar a mística e cosmovisão da Jurema Sagrada.
  • Analisar a importância da alteridade como ponto de partida para o diálogo e reconhecimento das diferentes manifestações religiosas.

 Metodologia

  •  Para começo de conversa realizar uma tempestade de ideias com as seguintes perguntas: O que é religião? Em que a religião influencia a vida das pessoas? Você tem religião? Acredita em Deus ou Deuses e Deusas? Deus existe, pra quem? Você conhece várias religiões? Existe diferenças entre elas? Já ouviram falar em Jurema Sagrada ou Catimbó? Você sabe o que é racismo? Você se considera uma pessoa intolerante?
  • Propor um debate participativo a respeito das reflexões, nesse momento os alunos ou professor(a) podem sugerir outras questões para aprofundamento.
  • Convidar para conhecer uma experiência religiosa diferente do que acreditam. Apresentar a religião Jurema Sagrada por meio da seleção de alguns vídeos ou curtas.
  • Propor uma roda de conversa com o intuito de desmistificar as expressões do senso comum e assumir um compromisso pessoal diante das diferentes experiências de fé.
  • Pesquisar informações a respeito da Jurema Sagrada como: local com maior número de adeptos, ritos, símbolos, experiência de fé, origem.
  • Após todo o estudo, convidar um representante da religião para um bate-papo com os alunos.
  • Ao fim dos debates, solicitar que os alunos e alunas construam um pequeno texto que sintetize os aprendizados adquiridos com o ciclo de debates e estudos sobre a Jurema.
  • Sugerir que usem as suas redes sociais para divulgação dos saberes adquiridos em sala de aula, numa perspectiva de contribuição no eliminação do racismo e intolerância religiosa.

Para aprofundamento do professor

 ASSUNÇÃO, Luiz. O reino dos mestres: a tradição da jurema na umbanda nordestina. Rio de Janeiro: Pallas, 2006.

 BETTO, Frei. BOFF, Leonardo. Mística e Espiritualidade. Rio de Janeiro: Garamond, 2005.

LABATE, Beatriz Caiuby, GOULART, Sandra Lucia (Orgs) – O Uso Ritual das Plantas de Poder. Mercado das Letras e FAPESP, Campinas, SP, 2005.

L’ODÒ, Alexandre L’Omi. Juremologia: uma busca etnográfica para sistematização de princípios da cosmovisão da Jurema Sagrada. 2017. 276 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Católica de Pernambuco. Pró-reitoria Acadêmica. Coordenação Geral de Pós-graduação. Mestrado em Ciências da Religião, 2017. Baixar arquivo completo em: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/933

OLIVEIRA, Alexandre Alberto dos Santos (L’Omi L’Odò). Teologia da Jurema, Existe alguma?. V Colóquio de História da UNICAP – ISSN: 2176-9060. Recife, 2011.

OLIVEIRA, Alexandre Alberto dos Santos (L’Omi L’Odò). Malunguinho – Divindade popular entre a história e o sagrado – um registro de seu imaginário no culto da Jurema Sagrada. IV Encontro de História do Império Brasileiro. Olhares sobre o Brasil nos oitocentos: Política, instrução, trabalho e instituições. ISSN: (Ainda vai ser publicado), Recife, UFRPE, 2014.

RODRIGUES, Michelle Gonsávels. Da invisibilidade à visibilidade da Jurema: a religião como potencialidade política. Recife: O autor, 2014. Tese de doutorado defendida na UFPE.

Inscreva-se na newsletter da Revista Senso e receba as novidades exclusivas em seu e-mail!